E o meu namoro, como começou?

Olá pessoas, então, este post foi um pedido de uma leitora aqui do blog, uma querida.
Ela sugeriu que eu contasse como conheci o meu namorado, e como começamos a namorar.
Na verdade um resumo de nossa história =D
Se você gosta de boas histórias de amor, sem dúvidas vai gostar dessa.


Em meados de 2005 eu morava sozinha com meu irmão.
Tínhamos uns vizinhos e fizemos logo amizade com a turma. Era uma galera tão bacana que os dias foram passando e nos tornamos muito amigos.
Na turma tinha aquele carinha mais quieto, com sotaque paulista ( que eu amo ), e que logo me chamou atenção.
Pedi para o meu irmão falar com ele e dizer que eu tava afim... sim gente eu sempre fui muito "cara de pau" hahahahaha ... daí meu irmão falou que ele também queria ficar comigo, e assim, ficamos.
E ficamos e ficamos... não, não era namoro. Mas era bom. Na época eu tinha 22 e ele 17 =O
Verdade.
Ele sempre muito carinhoso, não sei ao certo, mas acho que ele já me amava, ( se ele ler esse post, acho que vai rir )
Assim os dias foram passando e acabamos nos distanciando, não ficamos muito tempo juntos. Nem deveríamos.
Em 2009 voltamos a nos falar, e pra contrariar tudo e todos nos tornamos muito amigos.
Eu ia na sua casa quase todos os dias.
Conversávamos sobre tudo, sobre as pessoas, sobre nossos relacionamentos, ríamos, nos abraçávamos, nos amávamos. Da nossa maneira. Era intenso. Tudo. O carinho era evidente cada vez que eu chegava, e toda vez que ele ia me deixar na parada.
Assim mantínhamos uma amizade colorida, um amor sem compromisso, um desejo embutido, sensações, nós encaixávamos, dessa maneira, nesse nosso jeito. E era bom.
Em 2010 ele me disse que ia embora, ia voltar pra São Paulo.
Nos despedimos. Eu chorei. Sim, chorei !
Senti saudades das nossas conversas, do seu carinho, do nosso vinho. Era saudade. Era alguma coisa que me deixava triste.
Mas a vida seguia, ela sempre segue.
Por algum tempo mantivemos contato. Ele me escreveu carta, eu respondi.
Mas um dia esse contato parou mesmo. Ele tinha um relacionamento sério, e eu os meus por aqui.
Aconteceu tanta coisa. Tanta história. Eu de fato achava que nunca mais iria vê-lo novamente.


Em 2013 depois de um casamento fracassado, e muita decepção, estava no facebook e ele estava on line. Começamos a nos falar, e para minha surpresa ela já tinha voltado fazia mais de um ano.
Como eu não sabia ?
Puxa fiquei tão feliz, muito feliz.
Sei lá eu tinha aquele amigo de volta, isso mudava muita coisa aqui dentro.
Enfim, marquei de passar na casa dele pra revê-lo.
Assim eu fui, puxa ele continuava aquele mesmo cara com quem eu adorava passar horas conversando ... e agora melhor, ele tinha tatuagens hahahahahha ...
Eu o abracei. Geralmente nossos abraços eram demorados. Podíamos passar um bom tempo grudados e isso era suficiente.
Conversamos muito. Contei o que tinha acontecido comigo, ele me contou o que aconteceu com ele.
Briguei com ele claro. Porque ele voltou e não me avisou, nem me procurou, nem nada.
Enfim, fui embora.
Outro dia eu voltei e sabia que estava prestes a voltar, tudo o que tinha acontecido entre a gente, era óbvio ele gostava de mim.
E aconteceu, ele me beijou. Assim do nada.
Me ferrei. Não sabia se estava preparada para me envolver novamente, mas estava lá e isso já era motivo suficiente pra saber que tudo tinha voltado.
Estava apaixonada.Não era carência.  Mesmo tendo me decepcionado. Mesmo tendo sofrido.
Mas ele era diferente. Sempre foi.
Nem todo homem é príncipe. Mas ele sempre foi.
Pronto.
Voltamos a nos falar todos os dias. 
Dia 22/10/2013 começamos a namorar, Em Junho de 2014 noivamos, estamos aqui nos amando.
Ele é um cara incrível. Um ótimo amante, um compreensivo amigo. Me suporta, ou seja, deve me amar muito.
E como eu o amo !
como tenho sorte por ter um cara que se eu quisesse me traria lua, as estrelas, o universo. 
E ele faz isso, quando nos amamos.
Essa é nossa história, o universo conspira a nosso favor. É um tipo de encaixe perfeito.
Eu pensei que nunca mais íamos nos ver. E hoje temos o nosso projeto de vida.
Assim a vida segue.
Quem disse um dia, que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, com certeza não conhece o tipo de pessoa que nasce em Descalvado ( ele ) e em Itapipoca ( eu ).

Beijos.
Post enorme, porque uma boa história é para ler com um bom chocolate quente, em silêncio, com calma. Pra no final brotar aquele risinho de canto de boca. ;)


14 comentários:

  1. Adorei sua historia paty, adoro historias de amor <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tem umas que são boas né??? =) Saudades.

      Excluir
  2. Nunca fui muito fã de histórias românticas, porém, isso mudou completamente quando conheci o meu príncipe. Rsrs
    Adorei sua história, tão linda e inédita quanto a minha.
    Muitas felicidades flor, que o amor de vocês só cresça e floresça cada vez mais!!! <3

    ResponderExcluir
  3. Linda história!!! Adorei!! Muita sorte na vida de vcs! Bjos

    ResponderExcluir
  4. Oi só passei para dizer que te tagueei para responder a TAG: Liebster Award, http://heyrique.blogspot.com.br/2015/02/tag-liebster-award.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo com tanto tempo depois, eu vou responder sim ok ? Obrigado!

      Excluir
  5. Estou em prantos... que feliz amiga... Que merecimento o de vcs... muitas bênçãos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. owwwwwwwwwwwwwwwwwwwww, obrigado pelo carinho =)

      Excluir
  6. Gostei muito da história👏👏

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da história👏👏

    ResponderExcluir