Crianças que mordem, os pais podem fazer algo ?

Este é mais um post da TAG Opnião de mãe.
Quem acompanha no facebook sabe que neste final de semana eu e Alice fomos um aniversário e pela primeira vez tive que lidar com uma situação que não é nova para a maioria das mães. Mas eu fiquei chateada, mais pela reação da mãe !


Um menino acho que devia ser um pouco mais velho que a Alice, do nada chegou perto dela e a mordeu na perna. Como ela estava no pula pula com uma menina a segurando, eu que estava de fora fiquei louca.
Minha filha gritando e eu pedindo pra tirarem ele da perna dela.
Fiquei super chateada com a  mãe do menino.
Que ficou rindo como se fosse a coisa mais simples e aceitável do mundo !
Não, não é !
Ela nem se quer repreendeu o filho. Lamentável.
Esse é o problema dos pais de hoje em dia. Achar que tudo que o filho faz é bonitinho. Quando o filho cresce vai achar mesmo que tudo é correto.
O fato de as mordidas fazerem parte de uma fase do desenvolvimento de uma criança, não significa que elas devem ser ignoradas ou aceitas  ( como a maioria dos pais fazem ),  pelos pais.
Já aconteceu da Alice tentar bater em uma amiguinha, eu estava presente.
E falei que era feio, que ela não podia machucar a amiguinha, que tinha que dar carinho.
E fiz na bebê o que ela precisava fazer. Nós temos que ser exemplos para os nossos filhos, é fato, eles vão querer nos imitar. E se eu não limitar minha filha, não mostrar o que pode ou não pode, como ela vai me obedecer ? Me respeitar ?
Eu fiquei passada com a cara da mãe do menino. Ela não fez nada.
Eu que cheguei perto do menino e falei : "Não pode morder a amiguinha não, tem que fazer carinho."
Fui pesquisar na internet sobre o assunto e achei esse texto bem interessante :

" Quando a criança morde outra pessoa, é importante a mediação de um adulto, para fazer com que ela reflita sobre o que fez e para que entenda que há outras maneiras de conseguir o que deseja. "O adulto deve mostrar à criança que há outros meios de expressar-se ou de conseguir o que se quer. Pode-se dizer, por exemplo: 'se você não gostou do que ele fez, vamos dizer isso a ele', ou 'você quer o brinquedo? Então vamos pedir o brinquedo'", diz Marilene Proença, membro da diretoria da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (Abrapee) e professora do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. 
A especialista afirma que o adulto deve mostrar à criança que a linguagem é a forma certa de se obter as coisas. "O papel do adulto é transformar a atitude corporal em uma atitude mediada pela linguagem. Esse é um grande objetivo da educação, tanto na escola quanto em casa", explica ela. Quando esse ensinamento não é dado logo cedo, as crianças crescem e mantém as atitudes corporais para conseguir o que querem. É o que se vê quando crianças mais velhas se atiram no chão e fazem escândalo quando são contrariadas."

Aqui eu encerro este post !
Espero que ajude a outras mães que passam por isso. Em ambos os lados !



16 comentários:

  1. Amiga vi no facebook quando vc comentou o ocorrido.. E como vc disse, é lamentável, mas a maioria dos pais não fazem nada ao ver os filhos fazendo coisas do tipo.
    Eu já trabalhei como ''tia'' em uma escola infantil com crianças de 2 a 4 anos e aconteceram diversas vezes de crianças morderem umas as outras. Nós como educadoras a repreendíamos e como vc falavamos que tinha que fazer carinho no coleguinha..
    e Quando contávamos para os pais o ocorrido eles apenas falavam: "ah é normal né?"! e sorriam, achavam "bonitinho" .

    Uma pena que alguns pais não corrigem os filhos... e tenha que ser outra pessoa a ter que fazê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo amiga.
      Pais devem limitar os filhos sim, devem dizer Não quando necessário.

      Excluir
  2. Nossa acho tão feio quando os pais veem o filho fazendo algo errado e da risada. Tipo, eu tenho uma priminha de 5 anos e quando ela era mais novinha falava palavão e todo mundo dava risada. Hoje ele xinga tomo mundo, fala um monte de palavrão. Ai hoje minha tia bate nela, tipo, deveria ter educado antes.
    beijos :*

    http://omeuprincipeguilherme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo!
      Antes. Educar cedo, a criança tem que entender até onde pode ir e as consequências disso.

      Excluir
  3. olha amiga eu ja passei por isso mas eu infelizmente era a mãe da criança que mordeu. no caso, o bernardo. eu não sei onde ele aprendeu isso mas ele mordeu umas duas ou tres vezes na escola. quando fui com ele numa festa de aniversario ele mordeu um menininho la e eu fique tao envergonhada, pedi mil desculpas pra mae do bebe e nem sei se deveria ter feito o que eu fiz mas por impulso dei um tapa na boca do bernardo. ele chorou e prometeu nunca mais morder. desde então, nunca mais recebi uma reclamação sequer. eu não estou dizendo que bater é a melhor solução e sei que é errado. mas eu não me contive de tanta vergonha e das outras vezes que ele fez eu ja tinha conversado com ele mas não adiantou. Só acho que os pais não podem fechar os olhos e achar isso normal. adorei o post, super beijo. te amo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso amigos oas pais tem que fazer o seu papel na educação dos filhos. É isso que falta ! Tbm te amo muito!

      Excluir
  4. Que situação chata, outra coisa também é que eles aprendem muitas vezes com a mãe mesmo que fica brincando de morder as perninhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhh isso é verdade.
      Olha a Alice as veses quer me dar mordidinhas, eu não deixo, acabo mostrando ela que não é legal e que existe várias formas de carinho =)
      Na minha opnião ... pais precisam saber educar os filhos, impor limites!

      Excluir
  5. A situação é bem complicada e acho que a mãe da criança que mordeu ou bateu tem que repreender o filho sim, e ensiná-lo que não pode fazer isso com as outras crianças!Você fez certíssimo paty!No meu caso eu estava esperando para ser atendida no consultório ai uma menina de uns 4 anos, chegou e deu um tapa na Júlia que estava no meu colo e tirou a mamadeira que ela estava tomando água,fiquei irritadíssima e a mãe da criatura estava de frente comigo e riu e falou assim " ê yasmin " e só virei pra menina e falei, :" olha não pode fazer isso não, é mt feio e pode devolver a mamadeira dela e ficar longe da gente", a mãe da menina ainda ficou brava cmg, agr uma criança de 4 anos fazer isso é falta de educação, e com uma bebê que na época tinha 6 meses, se a mãe não da educação a ela eu não tenho que pagar por isso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você agiu certa amiga !
      Olha sinceramente eu não consigo entender o que tem na cabeça dessas mães que acham tudo o que os filhos fazem bonitinhos, que não impõem limites. É por isso amiga que temos tantos adultos frustrados, que não sabem levar um "não" da vida !
      E isso é culpa dos pais. Eu fiquei tão chateada amiga. Fiquei pensando : Meus Deus quando ela tiver na escola ? ai, ai... os pais precisam sabem educar os filhos!

      Excluir
  6. Nossa Paty que situação chata.
    Sempre ensinei meus filhos a não bater, xingar e muito menos morder os amiguinhos, eles nunca foram assim por que sempre repreendi.
    Mas sempre tem aqueles pais que não fazem o mesmo, e nós temos que engolir seco pra não gerar um bate boca entre pais, enfim, tenho certeza que a educação que sua filha esta recebendo vai fazer dela uma linda criança, moça e mulher bem educada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim flor. Nós somos responsáveis pela formação de carater de nossos filhos.
      E de certa forma contribuimos para o bem ou não dessa formação.

      Excluir
  7. Paty, imagino o que sentiu, pq dia desses a priminha do Gabriel (ele tem 1a e 8m e ela, 3a!) deu um tapa nas costas dele, acredita? Não foi forte, tanto é que ele nem chorou (acho que doeu mais em mim do que nele!). Só Deus sabe o que senti, pensei... Agi da msm forma que vc.
    É, pais precisam dar o exemplo. E depois, vamos combinar: bom senso cabe em qquer lugar, né?
    Bjs, amiga!

    ResponderExcluir
  8. Super chato o que aconteceu com vocês, a atitude da mãe do menino também não foi legal, mas hoje em dia as mães deixam os filhos fazerem o que querem né? Raramente dão bronca e etc, infelizmente esse tipo de criança não se torna um adulto muito legal, e as mães tinham que ter consciência disto...
    :*

    ResponderExcluir